Cientistas chineses desenvolvem arroz resistente a doenças e com alta produção

Usando um gene de alta produção codificado como IPA1, os pesquisadores conseguiram promover a resistência contra pragas bacterianas sem prejudicar a produção

Uma nova variedade de arroz com alta resistência a doenças e alta produção foi criada por cientistas chineses da Universidade Agrícola de Nanquim (UAN), na província de Jiangsu, de acordo com a própria instituição. Uma equipe da UAN, liderada pelo professor Yang Donglei, do Laboratório de Cultura Genética e Melhoramento de Germoplasma, utilizou um gene de alta produção codificado como Ideal Plant Architecture (IPA1) para promover a resistência da planta contra pragas bacterianas do arroz sem prejudicar a produção.

A equipe de Yang descobriu que o silenciamento go Mir-156 e a superexpressão do IPA1, um gene-alvo microRNA-156 (miR-156) que tem acesso ao regulamento dos múltiplos processos de crescimento e desenvolvimento do grão, pode melhorar a resistência a doenças, apesar de reduzir a produção do arroz.

Para sair do dilema, os pesquisadores criaram uma espécie de “alarme” na nova linhagem de arroz, que avisa sobre uma invasão de ferrugem bacteriana, o que permitiu elevar a expressão do IPA1 para aumentar a resistência. “Nós chamamos a nova variedade do arroz de HIP”, disse Yang, ressaltando que a equipe identificou o miR-156-IPA1 como um regulador da linhagem cruzada entre crescimento e defesa, criando uma variedade nova de arroz.

Pesquisas mais detalhadas mostraram que sem infecção patogênica, a expressão do IPA1 da nova planta aumenta apenas um pouco, o que promove características relacionadas com a produção incluindo menos brotos motocultivadores, espigas maiores e talos mais grossos. Os resultados da pesquisa foram publicados no Nature Plants, um dos jornais acadêmicos focados em botânica mais importantes internacionalmente.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.