Cientistas chineses criam rede de comunicação impossível de hackear

A comunicação quântica atingiu uma marca importante para o país

Pesquisadores da China apresentaram a primeira rede de comunicação quântica do mundo, que combina mais de 700 pontos de cabeamento de fibra óptica no chão entre Pequim e Xangai com dois satélites. Segundo os autores do estudo publicado na revista Nature, a rede possui 4.600km de comprimento.

A comunicação quântica é considerada impossível de hackear e vem recebendo atenção dos chineses nos últimos anos. Desde 2019, o modelo misto de rede integrada do espaço para o chão tem apresentado segurança e mantido estabilidade, de acordo com os cientistas. Já são mais de 150 usuários industriais no país.

O estudo pode colocar a China em posição de liderança nas pesquisas em computação quântica, além de ser uma forma segura de comunicação, que pode ser utilizada por bancos, empresas de transmissão de energia e outros setores.

No entanto, ainda não se sabe detalhes da rede, como velocidade, latência e quantidade de informação que pode ser transportada.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.