Cientistas chineses avançam em pesquisa sobre comunicação quântica

Modalidade de comunicação é considerada muito segura, já que é impossível intervir, interceptar ou decifrar as informações que ela transmite

Uma equipe de pesquisadores chineses provou ser possível estabelecer uma comunicação quântica segura entre duas estações terrestres a uma distância recorde de 1.120 quilômetros e sem o uso de repetidores de segurança intermediários.

O marco é visto como um novo passo em direção à aplicação prática da comunicação quântica. A modalidade é considerada muito segura porque um fóton quântico não pode separar ou duplicar. Portanto, é impossível intervir, interceptar ou decifrar as informações que ele transmite.

Pan Jianwei, autor correspondente da pesquisa, afirmou que “o estudo aumenta em dez vezes a distância segura de distribuição de chaves quânticas sem repetidores de segurança no solo”.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.