Cidade portuária da China vê maior proliferação de algas

Número é duas vezes maior do que em 2013

A maior proliferação de algas da história atingiu Qingdao, uma cidade portuária na Província de Shandong, no leste da China, cobrindo quase dois quilômetros quadrados do Mar Amarelo, disseram as autoridades.

O número é 2,3 vezes o tamanho de 2013, o segundo ano mais grave, segundo dados fornecidos pelo Centro de Previsão Marinha do Mar do Norte da China do Ministério dos Recursos Naturais.

Até 26 de junho, as algas verdes estavam distribuídas em mais de 60 quilômetros quadrados no Mar Amarelo. Em Qingdao, as algas cobriam 551 quilômetros quadrados do mar até 30 de junho. A proliferação afeta a cidade turística por 15 anos seguidos.

Qingdao emitiu um alerta laranja para desastre de algas marinhas, o segundo mais alto após um vermelho em 18 de junho, e ativou uma resposta de emergência de nível II.

A cidade mobilizou mais de 7 mil embarcações, que recuperaram 240 mil toneladas de algas até agora. O centro prevê que a proliferação das algas continuará afetando a área até meados de agosto.

 

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.