Cidade chinesa suspende importação de alimentos congelados após detectar COVID-19 em embalagens

Autoridades realizarão testes de ácido nucleico em superfícies de produtos alimentícios

A cidade de Guangzhou, localizada no sul da China, anunciou a suspensão temporária da importação de carne congelada e frutos do mar do exterior. A medida foi imposta após três funcionários de uma rede de supermercados da região testarem positivo para COVID-19.

“Há preocupação com o transporte desses produtos porque as medidas de controle e prevenção em alguns países estrangeiros não são tão rígidas como na China”, afirmou um especialista ouvido pelo jornal Global Times.

Autoridades locais também realizarão testes de ácido nucleico em superfícies de produtos alimentícios, que não poderão ser vendidos sem a inspeção prévia.

Desde julho, a China detectou a presença do novo coronavírus em dez embalagens e superfícies de amostras de produtos congelados. Na província de Guangzhou, foram três testes positivos em 145,9 mil realizados.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.