Cidade chinesa pode multar quem atravessar a rua olhando o celular

A punição para dos chamados “pedestres phubbers” pode variar de uma advertência verbal a 10 yuans, caso prejudiquem a passagem de outros veículos ou pedestres

A cidade de Wenzhou, na província de Zhejiang, está com seu novo regulamento de promoção da civilidade em vigor, e de acordo com ela, os pedestres que estiverem fixados em seus celulares ao atravessar a rua (os chamados “pedestres phubbers”) podem ser advertidos verbalmente ou até mesmo multados em 10 yuans (US$ 1,5), caso atrapalhem a passagem de outros veículos ou pedestres.

Até o dia 24 de janeiro, a cidade já tinha aplicado 124 multas e 391 advertências verbais a pessoas que se encaixavam nesses casos, sendo que a primeira multa viralizou ao cair na internet e já tem mais de 300 milhões de visualizações, segundo a polícia de trânsito de Wenzhou.

De acordo com uma pesquisa realizada com mais de 300 mil residentes da cidade, ficar olhando no celular ao atravessar a rua ficou entre os oito comportamentos incivilizados menos apreciados pela opinião pública.

Os comentários online se dividiram entre os que questionaram a viabilidade das regras e como definir se tais comportamentos afetariam de fato o tráfego. “Não definimos a violação com base no tempo que as pessoas ficam fixadas em seus celulares, mas se este comportamento afeta a segurança pessoal e o tráfego”, afirmou Wu Zhihong, da polícia de trânsito local.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.