Chineses realizam cirurgia robótica remota assistida por 5G

Os médicos que estavam num hospital em Pequim conduziram com sucesso a cirurgia robótica num paciente que se encontrava em Tianjin, a mais de 136 km de distância

Médicos de um hospital de Pequim tiveram sucesso ao conduzir uma cirurgia robótica remota nesta semana em um paciente que estava a mais de 136 km de distância usando a tecnologia sem fio 5G.  A cirurgia ortopédica foi feita em uma paciente de 36 anos que se localizava no Município de Tianjin, e a operação durou quatro horas, segundo informações da filial da China Telecom em Tianjin.

A cirurgia, que foi possibilitada por uma conexão de Internet 5G, aconteceu no Primeiro Hospital Central de Tianjin e foi transmitida através de um feed ao vivo para uma equipe de especialistas do Hospital Jishuitan de Pequim. Um especialista do hospital da capital chinesa conduziu o planejamento pré-operatório antes do robô cirúrgico operar de acordo com as coordenadas do ortopedista.

“A tecnologia 5G garante a clareza e continuidade dos vídeos e fotos transmitidos, além da estabilidade, confiabilidade e segurança da operação. Com o 5G, podemos realizar cirurgias independentemente da distância”, disse Jiang Wenxue, chefe de ortopedia do Primeiro Hospital Central de Tianjin.

A China está adotando a rede 5G para atender a demanda pública em setores como transporte, entretenimento e saúde. Até julho, a cidade de Pequim já tinha estabelecido mais de 7.800 estações-base 5G.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.