Chineses desenvolvem canudos comestíveis e ecologicamente corretos

Objetos são feitos a partir de celulose bacteriana

Créditos: Xinhua/Wang Fei

Canudos plásticos descartáveis levam centenas de anos para se degradar completamente, causando sérios problemas ambientais e potenciais ameaças à saúde humana. A alternativa de papel têm sido usada pela indústria de alimentação, mas traz perda de gosto aos usuários e geralmente são fáceis de deformar.

Pesquisadores chineses desenvolveram uma nova versão feita de celulose bacteriana por biossíntese. O canudo alcança melhor desempenho mecânico do que os de papel e evita gostos adicionais, de acordo com o artigo de pesquisa publicado na revista Advanced Functional Materials.

Com corantes comestíveis ou extratos de plantas naturais carregados em uma rede 3D de nanofibras de celulose bacteriana, uma variedade de cores e sabores pode ser absorvida para proporcionar um sabor melhor. Os canudos podem se degradar rapidamente no meio ambiente sem causar nenhum impacto ambiental negativo, informou o China Science Daily. Experimentos mostraram que eles se quebrariam em 15 a 45 dias, ou até quase desapareceriam.

O caráter comestível proporcionou uma melhor experiência ao usuário, tornando o canudo à base de celulose bacteriana um substituto mais saudável e ecologicamente correto ao plástico.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.