Chineses criam sistema que gera eletricidade a partir da água do mar

Para desenvolver o gerador, pesquisadores chineses usaram cátodo feito de azul da Prússia, que, combinado com um ânodo de metal, pode gerar eletricidade a partir da água do mar

Pesquisadores chineses desenvolveram um sistema submarino que gera eletricidade a partir da água do mar com baixo custo. Isso poderá ajudar na demanda de eletricidade a curto prazo, além de garantir uma geração estável a longo prazo, uma vez que veículos subaquáticos, robôs e detectores necessitam de sua própria fonte de energia pata operar independentemente dos navios-mãe por um longo período.

Atualmente, o desafio subaquático para os geradores de energia é garantir uma alta densidade de energia para uso básico e uma alta densidade de potência para atividades como movimentação rápida ou uso de pinça.

Pesquisadores da Universidade Normal do Leste da China em Xangai; da Universidade de Xangai e da Academia Chinesa de Pesquisa em Ciências Ambientais em Pequim publicaram na revista alemã Angewandte Chemie que a chave para o novo gerador é um cátodo feito de azul da Prússia, uma estrutura aberta com íons de cianeto e de ferro que podem facilmente aceitar e liberar elétrons. Quando combinado com um ânodo de metal, a estrutura pode gerar eletricidade a partir da água do mar.

Testes demonstraram que o gerador opera de maneira estável na corrosiva água marinha e que ele pode suportar interruptores modais. Quando testado, funcionou continuamente por quatro dias em seu modo de alta energia sem perder eletricidade. No modo de alta potência, o gerador pode fornecer eletricidade a um total de 39 diodos emissores de luz e hélice.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.