China vem desenvolvendo trens de alta velocidade automatizados

O país planeja colocar em operação um sistema do tipo, com trens projetados para atingir 350 km/h, para as Olimpíadas de Inverno de 2022

A era dos trens de alta velocidade automatizados está cada vez mais próxima e a China vem se consolidando como líder mundial nesse setor. Atualmente o país está desenvolvendo trens do tipo que são projetados para correr até 350 km/h. Todos os seus componentes e tecnologias essenciais são produzidos dentro do país, segundo Lu Dongfu, gerente geral da China Railway Corp. (CRC) em entrevista ao jornal China Daily.

Entre os meses de julho e setembro, foram realizados testes em um sistema de alta velocidade automatizado nas ferrovias que conectam Pequim e Shenyang, com uma milhagem experimental superior a 186 km. O plano é colocar o sistema em operação em 2022, na linha que ligará as cidades anfitriãs dos Jogos Olímpicos de Inverno, Pequim e Zhangjiakou, na província de Hebei.

De acordo com um especialista da China Academy of Railway Sciences Corp., a CRC já instalou um sistema de operação automática nas ferrovias interurbanas de Dongguan-Huizhou e Foshan e Zhaoqing, na província de Guangdong, com velocidades de 200 km/h, sendo o primeiro sistema do tipo em todo o mundo.

Com esse sistema, os trens poderão automaticamente ligar, operar entre as estações, ajustar sua cronometragem de acordo com a tabela de horários, parar precisamente em uma determinada estação e abrir e fechar as suas portas. O especialista afirma que isso irá aumentar a sua eficiência de operação e evitar congestionamentos, atrasos e acidentes.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.