China vai lançar programa nacional de comércio de emissões de carbono

O objetivo é incentivar as empresas a reduzirem o lançamento de gases poluentes

O Ministério do Meio Ambiente chinês anunciou neste domingo que o país vai implementar o sistema nacional de comércio de emissões de carbono em Xangai e em Wuhan. 

O mecanismo deve cobrir 2.267 usinas de energia em toda a China na primeira fase. A expectativa é que o sistema incentive as empresas a reduzirem seus lançamentos de gases poluentes através da compra e venda de permissões de emissão de carbono.

Xangai e Wuhan estão entre as sete cidades que testam o comércio de carbono desde 2011. O programa nacional foi adiado algumas vezes por preocupações com a precisão e a transparência dos dados sobre poluição.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.