China trata 123 mil toneladas de resíduos médicos durante epidemia

Capacidade de processamento de lixo registra aumento no país

Em pouco mais de um mês, a China registrou o tratamento de 123 mil toneladas de resíduos médicos decorrentes da luta contra o novo coronavírus. No início de março, a capacidade de processamento de lixos hospitalares do país atingiu 5.948,5 toneladas por dia. Isso representa um aumento de 1.045,7 toneladas quando comparado com antes do surto. Os dados são do Ministério da Ecologia e Meio Ambiente.

A capacidade de tratamento de Hubei, epicentro do surto, subiu para 663,7 toneladas por dia, como mostram os dados da pasta. Desde o início da epidemia, a província recebeu mais de 92 milhões de itens de suprimentos, incluindo roupas médicas, máscaras com respirador e óculos de proteção.

Além disso, as autoridades ambientais monitoram as 11.474 fontes de água potável do país e não encontraram nenhum impacto da epidemia na qualidade das fontes.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.