China tomará mais medidas para combater mudanças climáticas

País planeja uma lei especial para garantir meta nos próximos cinco anos

A China tomará medidas sólidas para reduzir ainda mais sua emissão de carbono e combater as mudanças climáticas, disse Li Gao, funcionário do Ministério da Ecologia e Meio Ambiente na terça-feira.

O país está planejando colocar em prática uma lei especial sobre mudanças climáticas, revelou ele em uma coletiva de imprensa.

A China incluiu a redução de carbono como meta para os próximos cinco anos. A emissão do gás no país já diminuiu em 16,3% de 2011 a 2015 e em 18,8% de 2016 a 2020.

Durante o período do 14º Plano Quinquenal (2021-2025), a China tomará medidas para implementar as metas vinculativas, reduzir a intensidade de carbono e oferecer sabedoria chinesa para promover um sistema justo e equitativo de governança ambiental global para a cooperação ganha-ganha, acrescentou Li.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.