China tira da pobreza mais de 6 milhões de pessoas com deficiência

Renda líquida per capita das famílias carentes com deficientes triplicou em 2019

Ruan Wenping, um professor cadeirante, dá aula aos alunos na Escola Primária Nian’en, no sul da China.

Até o final de 2019, a China tirou 6,74 milhões de pessoas com deficiência da pobreza. Segundo as autoridades, esse número representa 93% das pessoas carentes com algum tipo de deficiência no país.

A renda líquida per capita das famílias carentes com pessoas deficientes aumentou de 2.776 yuans (US$ 391,8) em 2015 para 8.726 yuans em 2019, e sua estrutura de renda também foi melhorada.

Os problemas existentes serão investigados e resolvidos para ajudar as restantes 479 mil pessoas com deficiência a se livrarem da pobreza. Supervisores serão enviados para as seis províncias que ainda têm mais de 30 mil pessoas com deficiência vivendo na pobreza. Também serão colocados subsídios e políticas de apoio.

Os dados foram divulgados em uma teleconferência por vídeo pela Federação Chinesa de Portadores de Deficiência, Escritório do Grupo Dirigente de Alívio da Pobreza e Desenvolvimento do Conselho de Estado e o Ministério dos Assuntos Civis.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.