China testa comunicação 5G de trens subterrâneos

Espera-se que a transmissão acelerada, possibilitada pelo 5G, aumente a eficiência do trem subterrâneo e suporte aplicações de tecnologias futuristas

Shenzhen, centro tecnológico no sul da China, testou o uso da rede sem fio 5G para transmitir um enorme volume de dados de um trem para a estação. O teste, que aconteceu na Linha 11, permitiu que um trem, depois de chegar no terminal da Estação Futian, transmitisse 25 GB de dados para a sala de controle da estação em apenas 150 segundos.

Wan Jian, diretor do metrô de Shenzhen, afirmou que no passado, os trabalhadores tinham que baixar manualmente os dados do disco rígido do trem após a conclusão da viagem, devido à baixa velocidade da rede sem fio. Espera-se então, que a transmissão acelerada de dados, incluindo as informações de operação e vigilância em vídeo do trem, aumente a eficiência do trem subterrâneo e suporte a aplicações tecnológicas futuristas, como a busca automática de bagagem perdida.

“Em tempos de emergência, a comunicação 5G dos trens para estação operará com reconhecimento facial e análise de comportamento inteligente para localizar pessoas e comportamentos perigosos no trem”, disse Ren Bo, gerente do centro de comunicações do metrô de Shenzhen. “No futuro, a tecnologia também ajudará a realizar funções como alertas de perda de bagagem e busca de passageiros desaparecidos”.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.