China tem melhora no PMI após surto de Ômicron

Especialistas elogiaram “coordenação eficaz entre a contenção epidêmica e o desenvolvimento social”

Créditos: Xinhua/Liu Junxi

O setor manufatureiro da China teve um desempenho melhor em maio, mostraram dados oficiais, na terça-feira, já que mais fábricas retomaram a produção depois que o surto de Ômicron foi controlado.

O índice de gerentes de compras (PMI), um indicador importante da atividade manufatureira, ficou em 49,6 em maio, acima dos 47,4 em abril, de acordo com o Departamento Nacional de Estatísticas (DNE).

Uma leitura acima de 50 indica expansão, enquanto abaixo, contração. “A economia da China foi afetada pelo surto de Ômicron e pelas mudanças na situação internacional, mas melhorou em maio devido à coordenação eficaz entre a contenção epidêmica e o desenvolvimento social”, avaliou Zhao Qinghe, estatístico sênior do DNE.

“A recuperação do PMI em maio mostra que o impacto da pandemia foi significativamente reduzido e as políticas para estabilizar o crescimento começaram a ter efeitos”, disse Zhang Liqun, pesquisador do Centro de Pesquisa do Desenvolvimento do Conselho de Estado.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.