“China também é vítima da COVID-19, não cúmplice”, afirma porta-voz

“Atacar e desacreditar outros países não economizará tempo e vidas perdidas”, ressaltou representante do Ministério das Relações Exteriores

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Geng Shuang, denunciou nesta semana políticos dos Estados Unidos que sugeriram processar o lado chinês por supostamente causar a disseminação global da COVID-19. “Os EUA devem entender que seu inimigo é o vírus, não a China”, disse ele. “Atacar e desacreditar outros países não economizará tempo e vidas perdidas.”

“O vírus é um inimigo comum para toda a humanidade e pode atacar a qualquer hora e em qualquer lugar. Como outros países, a China também é uma vítima, não perpetradora, muito menos cúmplice da COVID-19”, ressaltou Geng.

O porta-voz afirmou que China tomou as medidas mais abrangentes, rigorosas e completas para conter a COVID-19 em um espírito aberto, transparente e responsável.

“Diante de grandes crises de saúde pública e doenças infecciosas, a comunidade internacional deve se solidarizar e trabalhar em conjunto, em vez de recorrer a acusações mútuas ou exigir retribuição e responsabilização”, falou Geng.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.