China solicita que Estados Unidos retirem restrições aos diplomatas chineses

Relações Exteriores avalia movimento norte-americano como violação grave das leis internacionais

A China solicitou ao Departamento de Estado dos Estados Unidos que retire imediatamente a decisão de limitações mais rígidas aos diplomatas chineses.

Na última quarta-feira, os EUA anunciaram que diplomatas chineses seniores serão obrigados a pedir aprovação para visitar universidades norte-americanas e se reunir com funcionários dos governos locais. Os diplomatas chineses também terão que obter permissão para organizar eventos culturais com um público superior a 50 pessoas fora das propriedades da missão.

“Tais movimentos violam gravemente as leis internacionais e as normas básicas que regem as relações internacionais”, explicou Hua Chunying, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China. “Instamos os EUA a deixar de sabotar as relações bilaterais”.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.