China se opõe a discussões sobre participação de Taiwan nas atividades da ONU

“Taiwan é parte inalienável do território chinês”, disse um porta-voz

A China se opõe firmemente às discussões sobre a participação de Taiwan nas atividades da Organização das Nações Unidas (ONU), disse um porta-voz da embaixada chinesa nos Estados Unidos nesta segunda-feira.

“Um grande número de estados membros da ONU, incluindo os EUA, reconhecem que existe apenas uma China no mundo e Taiwan é parte inalienável do território chinês”, disse o porta-voz. “A participação da região de Taiwan em atividades de organizações internacionais deve ser tratada de acordo com o mesmo princípio”.

A tentativa das autoridades taiwanesas de expandir o chamado “espaço internacional” ao bajular forças estrangeiras, apontou o porta-voz, está, em essência, tentando expandir o espaço para a “independência de Taiwan” e o separatismo, e apenas será um fracasso.

“Exigimos que os EUA respeitem o princípio de uma só China, observem a Resolução 2758 da AGNU, interrompam o contato oficial com Taiwan, parem de fazer comentários irresponsáveis, abstenham-se de enviar sinais errados às forças separatistas da ilha chinesa em qualquer forma, evitem encorajar ou apoiar as autoridades locais na expansão do espaço para a ‘independência de Taiwan’ e parem de tomar ações que minam as relações China-EUA e prejudicam a paz e a estabilidade em todo o Estreito de Taiwan”, acrescentou o porta-voz.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.