China se opõe à deportação de estudantes nos EUA, diz porta-voz

Alunos com vistos legais não entraram no país, após serem interrogados por oficiais americanos

A China se opõe à deportação de três estudantes chineses pelos Estados Unidos e apresentou representações solenes junto ao país, disse o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Wang Wenbin, na segunda-feira.

De acordo com relatos da mídia, três estudantes chineses com vistos legais foram enviados de volta à China em 15 de agosto após serem interrogados por oficiais dos EUA na chegada ao aeroporto de Houston.

De acordo com Wang, o motivo citado pelas autoridades norte-americanas é que os três alunos são financiados pelo governo chinês ou são suspeitos de ter passado militar porque fotos de treinamento foram encontradas em seus telefones celulares.

Os Estados Unidos repatriaram estudantes chineses com base em desculpas absurdas, o que prejudicou seriamente os direitos e interesses legítimos dos estudantes que buscam seus estudos em solo norte-americano e prejudicou a normalidade dos intercâmbios culturais da China-EUA e da cooperação educacional, salientou Wang.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.