China se opõe à decisão da Índia de proibir aplicativos chineses

Representante chinês afirma que proibição viola regulamentos da Organização Mundial do Comércio

Nesta semana, a Índia anunciou a proibição do uso de 118 aplicativos chineses, descrevendo-os como “prejudiciais à segurança do Estado e à ordem pública”. O Ministério do Comércio da China tomou posicionamento, se opondo firmemente à decisão.

“O lado indiano abusou do conceito de segurança nacional e tomou medidas discriminatórias e restritivas contra as empresas chinesas, violando as regras e regulamentos relevantes da Organização Mundial do Comércio”, disse Gao Feng, porta-voz da pasta.

“A China insta o lado indiano a corrigir suas práticas erradas”, pediu Gao, destacando a importância de criar um ambiente de negócios aberto e justo entre as duas nações.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.