China se candidata para aderir ao Acordo de Parceria de Economia Digital

País deseja promover inovação e desenvolvimento sustentável, segundo ministro do Comércio

A China apresentou uma candidatura formal para se integrar ao Acordo de Parceria da Economia Digital (DEPA), anunciou o Ministério do Comércio na segunda-feira.

O ministro Wang Wentao enviou uma carta a Damien O’Connor, ministro do Comércio e Crescimento das Exportações da Nova Zelândia, que é o depositário do acordo, disse a pasta em um comunicado.

A candidatura de adesão ao DEPA está em consonância com a direção da China de aprofundar ainda mais as reformas internas e expandir a abertura de alto nível, e ajudará o país a fortalecer a cooperação da economia digital com outros membros e promover a inovação e o desenvolvimento sustentável sob o novo paradigma, disse o ministério.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.