China revela plano quinquenal para controlar poluição de plástico

País promoverá o uso de materiais como bambu, madeira e alternativas biodegradáveis

A China divulgou um plano para controlar a poluição do plástico nos próximos cinco anos. O projeto, emitido em conjunto pela Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma e o Ministério da Ecologia e do Meio Ambiente, detalha medidas para cortar a produção e uso do material, além de desenvolver alternativas para reduzir substancialmente a quantidade de resíduos em aterros sanitários e vazamento ambiental.

Até 2025, os setores importantes, como varejo, comércio eletrônico e entrega expressa, devem reduzir drasticamente o uso irracional de plásticos descartáveis, de acordo com o plano. O país promoverá o uso de alternativas como bambu, madeira, papel e plásticos degradáveis. A China aumentará a pesquisa sobre tecnologias de materiais ecológicos e incentivará o desenvolvimento ordenado de indústrias relacionadas.

A reciclagem e descarte de resíduos também serão melhorados no país, e o plástico nas áreas-chave de abastecimento de água, pontos turísticos e áreas rurais será limpo, segundo o plano.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.