China revela plano para impulsionar crescimento verde no setor industrial

Emissão de dióxido de carbono de carros de passageiro diminuirá 25% até 2030

Créditos: Xinhua/Tao Liang

A China revelou, nesta segunda-feira, um plano para promover o crescimento verde no setor industrial para ajudar o país a alcançar sua meta de pico de carbono.

Até 2025, o consumo de energia por unidade de valor agregado das empresas industriais com um volume de negócios anual de pelo menos 20 milhões de yuans (US$ 2,96 milhões) diminuirá 13,5% em relação a 2020, segundo o projeto divulgado pelo Ministério da Indústria e Informatização, Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma e Ministério de Ecologia e Meio Ambiente do país.

Esforços serão feitos para promover a otimização e atualização das estruturas industriais, coibir o desenvolvimento cego dos projetos de baixo nível com alto consumo de energia e altas emissões e desenvolver indústrias verdes e de baixo carbono, observa o documento.

Até 2030, a proporção de veículos movidos a energia nova e limpa atingirá cerca de 40% do total de novos veículos e a intensidade de emissão de dióxido de carbono de carros de passageiros e veículos comerciais diminuirá 25% e 20%, respectivamente, em comparação com 2020, segundo o texto.

O plano diz que as tecnologias digitais serão melhor aproveitadas para potencializar a transformação verde e de baixo carbono do setor industrial, com um ritmo mais rápido na aplicação e promoção de soluções digitais de baixo carbono.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.