China retoma construção do primeiro túnel ferroviário submarino do país

Passagem subaquática terá 16 km de comprimento a 78 m de profundidade

As obras para a construção do primeiro túnel ferroviário submarino de alta velocidade chinês foram retomadas nesta segunda-feira. Em meio à batalha contra o surto do novo coronavírus, trabalhadores voltam a fazer perfurações sob o mar.

A passagem subaquática foi projetada para ter 16,2 km de comprimento e profundidade máxima de 78 m. A ferrovia fará uma ligação entre a Cidade Porto de Ningbo e Zhoushan, no leste da China.

Para evitar riscos do surto, a Administração de Segurança Marítima de Ningbo realizou uma avaliação técnica online para fazer uma preparação antes da reiniciar a obra.

“A retomada veio muito antes do que esperávamos”, conta Shi Chao, gerente do projeto de perfuração. Ele enfatiza que a solicitação de licenças e o recrutamento online economizou tempo e garantiu um progresso constante na construção.

A extensão da malha ferroviária chinesa em serviço ultrapassou 139 mil km, incluindo 35 mil km de alta velocidade, ficando em primeiro lugar no mundo. Zhejiang está entre as primeiras províncias do país a construir linhas de alta velocidade.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.