China renova 47 mil antigas comunidades residenciais urbanas

Valor representa 87,7% da meta anual do país

A China promoveu a renovação de antigas comunidades residenciais este ano como parte dos esforços para melhorar as condições de vida em áreas de moradias urbanas.

Entre janeiro e agosto, o país iniciou a reconstrução e renovação de 47,3 mil antigas comunidades, mostram os dados oficiais. A cifra representa 87,7% da meta anual da China, 9,5 pontos percentuais a mais que no fim de julho.

A transformação dos bairros antigos tem sido uma prioridade do governo nos últimos anos. A China pretende renovar 53 mil casas dilapidadas em 2021 para acelerar seu esforço de urbanização e melhorar a vida das pessoas, de acordo com o relatório de trabalho do governo deste ano.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.