China registra 670 milhões de viagens de entrada e saída em 2019

De acordo com a Administração Estatal de Imigração, mais de 97 milhões dessas viagens foram feitas por estrangeiros

As agências de controle das fronteiras da China registraram cerca de 670 milhões de viagens de entrada e saída do país em 2019, um aumento de 3,8% em relação ao ano anterior, pelo que disse a Administração Estatal de Imigração. Mais de 97 milhões essas viagens foram feitas por estrangeiros, enquanto outros 350 milhões foram realizadas por cidadãos da parte continental da China.

Os habitantes das regiões administrativas especiais de Hong Kong, Macau, assim como os de Taiwan, fizeram, respectivamente, cerca de 160 milhões; 53,5 milhões e 12,3 milhões de entradas e saídas da parte continental.

No ano passado foram estabelecidos 89 canais de inspeção fronteiriça do Cinturão e Rota em 18 cidades portuárias, incluindo Pequim e Xangai, através dos quais 290 viagens foram realizadas. A política que permite visitas de 30 dias sem visto para estrangeiros na província de Hainan permitiu 463 mil viagens, o que representa 73,7% das viagens feitas por estrangeiros na ilha.

Por sua vez, a política de isenção de visto de 144 horas para passageiros em trânsito internacional, implementadas em áreas como a região de Pequim-Tianjin-Hebei, o delta do rio Yang-Tsé e a província de Guangdong permitiu 1,8 milhão de viagens de estrangeiros em todo o país.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.