China reforça promessa no desenvolvimento verde

O premiê Li Keqiang disse, durante o discurso de encerramento da Exibição Internacional de Horticultura, que o país procurará desenvolvimento aliado à proteção ambiental

A Exposição Internacional de Horticultura 2019, que vinha acontecendo em Pequim desde o dia 29 de abril, foi encerrada na última quarta-feira (9), com uma cerimônia festiva na qual o primeiro-ministro da China, Li Keqiang, fez um discurso. Após parabenizar o evento pelo seu sucesso e agradecer as pessoas que o apoiaram e participaram dele, ele disse que o tema “Viver Verde, Viver Melhor” permitiu o aprendizado mútuo entre diversas civilizações, compartilhando novas tecnologias ecológicas e experimentando a riqueza da natureza.

“Como o maior país em desenvolvimento do mundo, a China continuará focada no desenvolvimento econômico e resolverá seus problemas através do desenvolvimento”, afirmou Li, enfatizando que a China adotará uma abordagem holística para buscar um desenvolvimento econômico de alta qualidade e uma proteção ambiental de alto padrão através da política de reforma e abertura.

Ele prometeu que o país transformará seu padrão de desenvolvimento, promoverá o desenvolvimento verde, conterá a poluição, melhorará a cooperação internacional, apoiará o multilateralismo, manterá os princípios de responsabilidades comuns, mas diferenciadas, equidade e capacidades respectivas, e implementará ativamente o Acordo de Paris.

Vicente González Loscertales, secretário-geral do Gabinete Internacional de Exposições, e Bernard Oosterom, presidente da Associação Internacional de Produtores de Horticultura, também discursaram na cerimônia, parabenizando o sucesso da exposição e expressando sua confiança de que o mundo alcançará um ambiente verde, de baixo carbono e um desenvolvimento sustentável de alto nível por meio de esforços conjuntos.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.