China reforça apoio a empresas do Japão e da Coreia em meio à epidemia

Ministério do Comércio chinês divulga oferta de créditos e redução de impostos para aliviar encargos de empresas transnacionais

Torre de Tóquio com iluminação vermelha para apoiar a batalha contra coronavírus na China.

Desde o início do surto de coronavírus, em dezembro do ano passado, os canais internacionais de logística entre China, Japão e República da Coreia vêm sofrendo com o impacto da doença. Para lidar com as dificuldades enfrentadas por essas empresas, autoridades chinesas anunciaram uma série de medidas na semana passada.

“Os três países são complementares no comércio e têm cadeias industriais profundamente integradas como parceiros comerciais importantes, mas o surto da epidemia causada pelo novo coronavírus lançou uma sombra sobre o comércio regional e se espalhou pelo mundo, especialmente no comércio de bens intermediários”, informa Li Xinggian, diretor do Departamento de Comércio Exterior do Ministério do Comércio.

De acordo com Li, o ministério intensificará a oferta de crédito para atender à demanda de financiamento das empresas de comércio exterior e garantir capital para facilitar as cadeias industriais e de suprimentos.

“A cobertura dos seguros de crédito à exportação será ampliada e a política de redução de impostos de exportação será aprimorada para aliviar encargos de empresas”, acrescenta a autoridade.

Para facilitar a cooperação comercial, Li pede que outros países suspendam proibições comerciais desnecessárias, em uma tentativa de melhorar o ambiente de negócios e promover o desenvolvimento saudável de cadeias industriais internacionais.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.