China reduz mais de U$270 bilhões em impostos e taxas

Medidas fiscais estabelecidas no início do ano foram criadas para apoiar desenvolvimento econômico e contenção da COVID-19

Nos primeiros oito meses de 2020, a principal autoridade tributária da China reduziu 1,88 trilhão de yuans (US$276,06 bilhões) em impostos e taxas. As medidas fiscais e tarifárias preferenciais foram divulgadas no início do ano para apoiar o desenvolvimento econômico e a contenção da COVID-19.

“No período, 92% dos mais de 50 milhões de pequenos contribuintes do país foram isentos do imposto sobre valor agregado, enquanto que para os 8% restantes a taxa do imposto sobre valor agregado foi reduzida de 3% para 1%”, disse Cai Zili, um funcionário do governo, acrescentando que o imposto foi isento em Hubei, província gravemente atingida pela epidemia.

“As medidas também reduziram os custos trabalhistas das empresas e garantiram a estabilidade do emprego”, afirmou Cai.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.