China reduz impostos para impulsionar vendas de automóveis

Diretriz faz parte de medidas políticas para estabilizar a economia

Créditos: Xinhua

A China reduzirá pela metade o imposto sobre compra para veículos de passageiros qualificados e aliviará as restrições para estimular as vendas de automóveis e sustentar o consumo, declararam as autoridades.

O país reduzirá o imposto de compra pela metade para os carros de passeio com preços abaixo de 300 mil yuans (US$ 45.040) e comprados entre 1º de junho e 31 de dezembro deste ano, segundo um aviso divulgado conjuntamente na terça-feira pelo Ministério das Finanças e pela Administração Geral de Impostos.

A medida está em consonância com uma circular do Conselho de Estado sobre um pacote de detalhadas medidas políticas para estabilizar a economia, que pede esforços, incluindo corte de impostos, para reforçar o consumo, especialmente as compras de artigos de grande valor.

Lembrando que o estímulo de vendas de automóveis é de grande importância para a recuperação do consumo e para a indústria automobilística, o vice-ministro do Comércio, Sheng Qiuping, disse que o país promoverá ainda mais veículos de nova energia, especialmente nas áreas rurais.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.