China recrutará novos astronautas para futuras missões espaciais

Processo seletivo deverá durar um ano e meio

Créditos: Xinhua/Guo Zhongzheng

A China recrutará de 12 a 14 novos astronautas da reserva para futuras missões de voo espacial, anunciou a Agência Espacial Tripulada da China (CMSA, na sigla em inglês) no domingo. Entre os profissionais, sete a oito serão pilotos de nave espacial. O número total de engenheiros de voo espacial e especialistas em carga útil serão de cinco a seis, dos quais dois serão especialistas em carga útil, disse a CMSA.

Os pilotos de nave espacial serão recrutados entre os pilotos das forças armadas em serviço, de acordo com a CMSA. Os engenheiros de voo espacial serão selecionados entre aqueles envolvidos em pesquisa científica e trabalhos de engenharia aeroespacial e áreas relacionadas, enquanto os especialistas em carga útil serão provenientes de pesquisadores com foco em ciência espacial e aplicações, disse a CMSA.

Como organizador do recrutamento, a CMSA selecionará, pela primeira vez, especialistas em carga útil das regiões administrativas especiais de Hong Kong e Macau. Espera-se que o recrutamento dos novos astronautas seja concluído em um ano e meio, disse a CMSA.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.