China recruta estudantes de direito como voluntários em regiões subdesenvolvidas

Mais de 22 mil pessoas receberam aconselhamento jurídico em apenas um mês

O Ministério da Justiça da China elogiou na segunda-feira um programa do governo que recruta estudantes universitários de direito como voluntários para oferecer assistência jurídica em áreas remotas e menos desenvolvidas na região oeste do país.

“O programa, patrocinado pelo governo, desempenhou um papel importante na promoção de serviços jurídicos em áreas carentes”, disse o ministério.

Desde o lançamento do programa em 2017, o programa já recrutou mais de 270 alunos, dos quais 99 foram integrados este ano. Em agosto de 2020, os voluntários ofereceram aconselhamento jurídico a mais de 22 mil pessoas e ajudaram a preparar mais de 2.200 documentos jurídicos, de acordo com dados do ministério.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.