China recorrerá à OMC contra tarifas impostas pelos EUA

O país busca garantir o livre comércio e o multilateralismo ao acionar a organização

A China declarou que irá recorrer à Organização Mundial do Comércio (OMC) contra as tarifas impostas pelos Estados Unidos sobre produtos chineses no valor de US$ 16 bilhões sob a investigação da Seção 301, de acordo com anúncio feito pelo Ministério do Comércio na última quinta-feira (23).

O país asiático espera garantir o livre comércio e o multilateralismo, assim como os seus direitos e interesses legítimos, ao recorrer ao mecanismo de solução de disputas da OMC, afirmou o porta-voz da organização. O comunicado divulgado afirma que os EUA claramente violaram as regras da OMC ao aplicarem integralmente as tarifas a partir de quinta-feira. “A China se opõe firmemente às ações dos EUA, e tem de tomar de novo as medidas defensivas necessárias”.


Fonte: Xinhua

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.