China promoverá o papel dos museus no intercâmbio cultural e na educação

Novas diretrizes pretendem aumentar a introdução da cultura chinesa para público estrangeiro

A China planeja fortalecer significativamente o papel dos museus no intercâmbio cultural e na educação, de acordo com uma diretriz sobre o desenvolvimento das instituições divulgada na segunda-feira.

Nos últimos anos, os museus desempenharam um papel fundamental na introdução da cultura chinesa ao público estrangeiro, disse Luo Jing, da Administração Nacional do Patrimônio Cultural.

Conforme proposto na diretriz, em futuras exposições, os museus chineses tentarão mostrar o valor comum da humanidade na cultura chinesa, ao invés de simplesmente emprestar ou exibir suas coleções, acrescentou Luo.

Ele também observou que os espaços culturais chineses irão melhorar a cooperação com seus homólogos estrangeiros, organizando exposições conjuntamente e conduzindo pesquisas, a fim de facilitar o intercâmbio internacional entre pessoas e a comunicação cultural.

A diretriz recente também visa aumentar o acesso do público aos serviços culturais, disse Li Hong, do Ministério da Cultura e Turismo. Serão feitos esforços para aumentar a cooperação entre museus e outras instalações culturais públicas, e mais exposições digitais serão abertas em áreas urbanas, disse Li.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.