China pretende acelerar expansão na indústria de blockchain

Nova diretriz estabelece planos de ação para os próximos cinco anos

A China pretende impulsionar ainda mais a aplicação tecnológica e desenvolvimento industrial de blockchain na próxima década, de acordo com uma diretriz divulgada em conjunto pelo Ministério da Indústria e Informatização e pelo Escritório da Comissão Central de Assuntos do Ciberespaço.

Nos próximos cinco anos, a China deve apoiar o estabelecimento de três a cinco empresas importantes com competitividade internacional, bem como uma série de empresas movidas à inovação e três a cinco clusters industriais de blockchain.

Até 2030, a indústria de blockchain terá uma expansão ainda maior em força abrangente e em escala industrial, e aprofundará a integração com tecnologias de informação de última geração, como big data e inteligência artificial, acrescenta a diretriz.

Atualmente, existem cerca de 75 mil empresas relacionadas a blockchain na China, de acordo com dados do provedor de informações corporativas Tianyancha.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.