China pode ser tornar grande mercado de queijos

Como o país ainda não é um grande consumidor do alimento, ele tem grande potencial para crescimento

Tradicionalmente a China não é conhecida por ser um país que consome muito queijo, mas isso está fermentando um mercado que tem um grande potencial, uma vez que mais e mais chineses começam a desfrutar do alimento tradicionalmente consumido no ocidente. Atualmente o consumo médio atual de queijo no país é de 100g, enquanto, na União Europeia, é de cerca de 18,7 kg, de acordo com Li Defa, diretor da Associação de Laticínios da China.

A China produz mais de 20 mil ton de queijo por ano, e as crescentes demandas têm impulsionado o crescimento das importações por 13 anos consecutivos. Em 2018 foi importado um total de 108 mil ton de queijo foi importado em 2018, de acordo com Yu Kangzhen, vice-ministro da Agricultura e dos Assuntos Rurais.

As vendas da maior produtora de queijo da China, a Milkground, aumentaram mais de 500% no final de maio deste ano e, segundo Yu, o setor de queijos pode se tornar em um emergente mercado de consumo e contribuir para o crescimento do setor de lácteos do país.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.