China planeja soltar panda na natureza ainda em 2018

Batizado do Qinxin, o panda gigante de dois anos e quatro meses será liberado na Reserva Nacional de Longxi-Hongkou

A China tem planos de liberar um panda gigante criado em cativeiro para a  vida selvagem na Reserva Nacional de Longxi-Hongkou, na província de Sichuan, que é um habitat para os pandas silvestres. Essa será a primeira vez que o Centro de Conservação e Pesquisa de Pandas Gigantes da China libera uma panda criado em cativeiro num ambiente selvagem em Changdu, capital da província. Batizado de Qinxin, o panda tem dois anos e quatro meses.

A reserva ainda tem um número pequeno de pandas, o que é uma dificuldade para a reprodução nesse ambiente, afirmou Zhang Zhizhong, diretor do centro. Ele ainda disse que o panda já recebeu treinamento sistemático para a vida silvestre e já apresenta habilidades relativamente fortes de sobrevivência. O país está com essa iniciativa de liberar, aos poucos, os animais criados em cativeiro para que a população de pandas gigantes silvestres aumente. Até o final de 2017, foram criados 25 pandas em cativeiro, sendo que nove deles foram liberados e sete sobreviveram.

A administração planeja continuar a criar pandas gigantes em cativeiro e os liberar para o meio selvagem. Desde o lançamento do programa, em 2003, já foram liberados 10 pandas criados em cativeiro. A espécie, que corre risco de extinção, tem a maior parte de sua população vivendo nas montanhas ao norte da província de Sichuan, assim como das províncias de Gansu e Shaanxi.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.