China pede racionalidade na resolução da crise na Ucrânia

Wang Yi anunciou doação de lote de suprimentos humanitários para o país

Créditos: Xinhua/Li Xin

“Calma e racionalidade, em vez de medidas que joguem óleo na chama e aumentem as tensões, são necessárias para resolver problemas complexos”, disse o conselheiro de Estado e ministro das Relações Exteriores, Wang Yi, ao comentar sobre a crise da Ucrânia durante uma coletiva de imprensa  à margem da quinta sessão da 13ª Assembleia Popular Nacional (APN).

A China está disposta a continuar desempenhando um papel construtivo na facilitação do diálogo pela paz e trabalhar ao lado da comunidade internacional para realizar a mediação necessária, disse Wang. O ministro também anunciou que a Cruz Vermelha fornecerá um lote de suprimentos humanitários de emergência à Ucrânia o mais rápido possível.

Wang também expressou a gratidão da China aos países que ofereceram apoio amigável e valioso na evacuação de cidadãos chineses da Ucrânia.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.


  • Rogério disse:

    A próxima bola da vez para a Otan fazer guerra é com a China aumentando ainda mais o armamento em Taiwan que hoje já tem até fábrica de armas.
    O imperalismo dos EUA não para sua máquina de guerra junto com seus vasalos da Otan vão levando a guerra da narrativas de que estão apenas levando democracia aos outros países.
    Assim a nação imperialista dos EUA destrói vidas e leva o pânico para nações causando miséria e submissão aos seus interesses.