China pede que Estados Unidos parem de interferir em seus assuntos internos

Ministério das Relações Exteriores fez solicitação após funcionários norte-americanos criticarem legislação de segurança nacional para Hong Kong

O Ministério das Relações Exteriores da China solicitou a alguns funcionários norte-americanos que parem de interferir em tópicos internos da China, após declarações feitas pelos EUA sobre a legislação de segurança nacional para Hong Kong.

“Pedimos ao lado dos Estados Unidos que trate a lei de maneira justa e objetiva, pare imediatamente de interferir em nossos assuntos internos sob o pretexto de Hong Kong e evite seguir mais no caminho errado”, afirmou Zhao Lijian, porta-voz da pasta.

“A Lei da República Popular da China sobre a Salvaguarda da Segurança Nacional na Região Administrativa Especial de Hong Kong fornecerá uma forte garantia institucional para a implementação abrangente e fiel do princípio ‘um país, dois sistemas’, mantendo efetivamente a ordem constitucional na região, conforme prescrito pela Constituição e pela Lei Básica, e assegurando a prosperidade e estabilidade duradouras de Hong Kong”, disse Zhao.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.