China mantém isenção de impostos na compra de NEVs

A isenção continuará válida até o final de 2020 e o objetivo da extensão de seu prazo de validade é estimular o mercado interno desses veículos e o desenvolvimento verde

A isenção de impostos nas compras de veículos de nova energia (NEVs), que está em vigência desde o dia 1º de janeiro de 2018, continuará valendo até o fim de 2020, segundo afirmou o Ministério das Finanças e a Administração Geral de Impostos, num comunicado conjunto. O objetivo dessa medida é estimular o desenvolvimento verde e manter um forte mercado doméstico para esses veículos.

O país já vem intensificando os esforços para promover o uso desses veículos e aliviar a pressão sobre o meio ambiente há anos. Entre as medidas adotadas estão a isenção de impostos e os descontos nas compras, além de proibir os governos locais de impor limites no consumo e no uso dos veículos de nova energia.

O governo ainda vem encorajando as contadoras a construir mais fábricas e melhorar a tecnologia. Nos primeiros quatro meses de 2019, os chineses compraram 360 mil veículos de nova energia, o que representa um crescimento de 59,8% em relação ao ano anterior.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.