China limitará emissões de dióxido de carbono de instituições públicas até 2025

Capacidade máxima de emissão do gás será de 400 milhões de toneladas

A China pretende limitar as emissões totais de dióxido de carbono das instituições públicas em 400 milhões de toneladas até 2025, informou a Administração Nacional de Departamentos do Governo na última semana.

Em 2020, havia cerca de 1,6 milhão de instituições públicas em toda a China, disse um plano de trabalho sobre a conservação de energia e recursos durante o período do 14º Plano Quinquenal (2021-2025).

Até 2025, o consumo total de energia pelas instituições será mantido dentro de 189 milhões de toneladas de carvão padrão, e o consumo total de água será mantido em 12,4 bilhões de metros cúbicos, de acordo com o plano.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.