China lembra história da guerra de resistência contra agressão japonesa

Alto oficial do Partido Comunista da China (PCCh), Wang Huning, discursou na cerimônia

Créditos: Xinhua/Yue Yuewei

Uma cerimônia foi realizada em pequim para marcar o 85º aniversário do início da Guerra de Resistência do Povo Chinês contra a Agressão Japonesa.

O alto oficial do Partido Comunista da China (PCCh), Wang Huning, discursou na cerimônia no Museu da Guerra da Resistência do Povo Chinês contra a Agressão Japonesa, perto da Ponte Lugou, onde um histórico Incidente ocorreu há 85 anos, em 7 de julho de 1937.

O incidente é reconhecido como o início da invasão em grande escala do Japão à China e da resistência do povo chinês contra os invasores japoneses.

Wang, membro do Comitê Permanente do Birô Político do Comitê Central do PCCh e membro do Secretariado do Comitê Central do PCCh, pediu ao povo chinês que se lembre deste período da história e se esforce pela grande revitalização da nação chinesa.

Ressaltando a adesão ao caminho do desenvolvimento pacífico, ele também pediu maiores contribuições para a paz, desenvolvimento e progresso da humanidade.

A cerimônia contou com a presença de cerca de 300 pessoas, incluindo veteranos e familiares de líderes militares e mártires da guerra.

Os participantes ofereceram homenagens, flores e prestaram seus respeitos àqueles que deram suas vidas na luta contra a agressão japonesa há 85 anos.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.