China lança satélites para detectar ondas gravitacionais

Os equipamentos vão fornecer dados para estudos de cientistas

A China lançou dois satélites nesta quinta-feira para detectar ondas gravitacionais em órbita. Os equipamentos fazem parte da missão Monitoramento de Onda Gravitacional Eletromagnética Duplicada em Todo o Céu (GECAM, em inglês), planejada pelo Centro de Lançamento de Satélites de Xichang na Província de Sichuan.

Os satélites foram enviados por um foguete portador Longa Marcha-11 na 355ª missão da série de naves Longa Marcha.

Com os equipamentos em órbita, será possível monitorar fenômenos celestes de alta energia, como rajadas de raios gama da onda gravitacional, radiação de rajadas rápidas de rádio, entre outros, e para estudar estrelas de nêutrons, buracos negros e outros objetos compactos e seus processos de fusão.

Eles também detectam erupções solares, flashes de raios gama da Terra e feixes de elétrons terrestres, fornecendo informações para estudo dos cientistas.

O projeto GECAM é executado pela Academia Chinesa de Ciências e o foguete Longa Marcha-11 foi desenvolvido pela Corporação de Ciência e Tecnologia Aeroespacial da China.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.