China lança satélites gêmeos de navegação do Beidou-3

A China enviou no domingo satélites gêmeos ao espaço com um foguete transportador, iniciando um período com lançamentos intensivos sem precedentes para o sistema Beidou.

A China enviou no domingo satélites gêmeos ao espaço com um foguete transportador, iniciando um período com lançamentos intensivos sem precedentes para o sistema Beidou.

Um foguete transportador Longa Marcha-3B subiu do Centro de Lançamento de Satélites de Xichang, Província de Sichuan, no sudoeste da China, às 9h48, a 281ª missão da série Longa Marcha.

Os satélites são o 33º e 34º do sistema de navegação do Beidou. Eles entraram em órbita mais de três horas depois do lançamento. Depois de uma série de testes, eles trabalharão junto com oito satélites Beidou-3 já em órbita, disse o provedor de serviços de lançamento.

Um sistema básico com 18 satélites Beidou-3 estará operante até o fim do ano, para servir os países participantes da Iniciativa do Cinturão e Rota, proposta pela China.

Com o nome chinês para Ursa Maior, o sistema Beidou começou a servir a China em 2000 e a região da Ásia-Pacífico em 2012. Será o 4º sistema mundial de navegação por satélite, depois do GPS dos Estados Unidos, GLONASS da Rússia e Galileo da União Europeia.

Os satélites e o foguete usado para o lançamento no domingo foram desenvolvidos pela Academia Chinesa de Tecnologia Espacial e Academia Chinesa para Tecnologia de Veículos de Lançamento, respectivamente.


Fonte: xinhuanet

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.