China lança plano para preservar meio ambiente nas Montanhas Qinling

O governo pretende acabar com diversas atividades ilegais como construção, mineração e descarga de poluentes

Um plano de ação foi lançado pela província de Shaanxi para preservar o meio ambiente nas Montanhas Qinling, uma fronteira natural entre o norte e o sul do país. Com isso, o governo provincial pretende eliminar, até o final de junho, atividades ilegais como construção, corte de árvores, mineração, caça e descarga de poluentes.

Até o final de 2020 as autoridades locais vão limitar a mineração, eliminar pequenas usinas hidrelétricas, reparar seus impactos ambientais e reforçar a gestão dos pontos turísticos e hospedarias rurais familiares nas montanhas. Essas ações serão focadas em seis cidades: Xi’an (capital da província), Shangluo, Ankang, Hanzhong, Baoji e Weinan.

Desde de julho de 2018, mais de mil construções ilegais localizadas no pé norte de Qinling foram demolidas pelas autoridades locais. As Montanhas Qinling são ecologicamente importantes pois são lar de uma grande variedade de plantas e vida selvagem, como pandas gigantes, macacos dourados e íbis-do-japão.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.