China lança campanha para formar agricultores cientificamente alfabetizados

Com três anos de duração, a campanha espera conseguir alfabetizar cientificamente cerca de 4 milhões de agricultores

A China anunciou na última semana, na capital do país, uma campanha lançada pela Associação Chinesa de Ciência e Tecnologia e o Ministério da Agricultura, que tem três anos de duração e o propósito de melhorar a alfabetização científica da sua população rural.

O país espera, em três anos, formar 4 milhões de agricultores cientificamente alfabetizados, que compreendam determinados ramos da ciência, dominem tecnologia agrícola moderna e possuam certa capacidade de gestão empresarial. Até o ano passado, a proporção rural da população cientificamente alfabetizada era de 4,93%, inferior à média nacional de 8,47%.

Segundo Huai Jinpeng, vice-presidente da associação, melhorar a alfabetização científica fora das áreas urbanas é fundamental para a revitalização rural da China e para a promoção e popularização da ciência.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.