China intensifica repressão à pornografia infantil

Polícia prendeu mais de 700 suspeitos em casos envolvendo crime desde o início do ano

O Ministério da Segurança Pública da China prometeu intensificar a repressão à disseminação de conteúdo pornográfico online, especialmente aos crimes relacionados à pornografia infantil.

As autoridades em todo o país continuarão a lutar contra a distribuição de pornografia por meio de vídeos curtos, livestreaming, redes sociais e plataformas de jogos online, anunciou o ministério em uma coletiva de imprensa em Pequim na última semana.

De acordo com a pasta, a polícia chinesa prendeu mais de 700 suspeitos em cerca de 600 casos envolvendo pornografia e publicação de tais conteúdos ilegais desde o início do ano.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.