China inaugura modelo em tamanho real de módulo da estação espacial chinesa

O módulo foi apresentado durante a XII Exibição Internacional Aeroespacial e de Aviação da China, em Guangdong

Um modelo em tamanho real do módulo principal da estação espacial chinesa, Tianhe, foi apresentado nessa semana na XII Exibição Internacional Aeroespacial e de Aviação da China, que está acontecendo na cidade de Zhuhai, na província de Guangdong, até o domingo (11).

O módulo principal servirá, na sua essência, para controlar e administrar a estação espacial, assim como o espaço habitável para os astronautas. Ele contará com capacidade de voo autônomo, garantirá a permanência a longo prazo dos astronautas no espaço exterior e ajudá-los a conduzir experimentos relacionados à medicina aeroespacial e à ciência espacial.

A construção em órbita da estação tem previsão de conclusão para 2022 e esse será o primeiro laboratório espacial em operação estável e permanente do país. A estação espacial será composta por um módulo principal e dois laboratórios experimentais, cada um com cerca de 20 ton. Sua tripulação será composta por de três a seis astronautas.

A vida útil planejada para a estação não é de menos de 10 anos e ainda pode ser ampliada por meio de manutenção e reparos. No módulo poderão ser realizadas pesquisas de medicina e biologia, assim como a investigação dos mecanismos de algumas doenças

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.