China impulsionará serviços de medicina tradicional chinesa

Segundo uma diretriz emitida pelo governo do país, tais serviços poderão ser desfrutados em todas as comunidades chinesas até 2022

Os serviços da medicina tradicional chinesa (MTC) poderão ser desfrutados em todas as comunidades do país asiático até 2022, de acordo com uma diretriz publicada recentemente pelo Comitê Central do Partido Comunista da China e pelo Conselho de Estado. O documento prevê que serão feitos esforços para garantir que todos os centros de saúde e clínicas comunitárias nas aldeias do país ofereçam serviços de medicina tradicional chinesa até 2022.

No final de 2018, 98,5% dos centros comunitários de saúde e 97% das clínicas dos povoados do país começaram a oferecer serviços de MTC, segundo a Administração Nacional de Medicina Tradicional Chinesa. A diretriz, que também incentiva as operações em cadeia, diz que devem ser feitos grandes esforços para desenvolver clínicas de MTC e hospitais especializados.

Os serviços de MTC devem ser digitalizados na internet, construindo um banco de dados de prontuários e prescrições médicas, enquanto são desenvolvidos hospitais online de medicina tradicional afiliados a instituições médicas. O documento apoia que os médicos de MTC aposentados ofereçam serviços em instituições de nível e indica que o treinamento dos profissionais de saúde das áreas rurais será aprimorado.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.